Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Operadoras lançam primeira experiência do 5G no Brasil, mas serviço ainda é limitado - Show de Alegria

Operadoras lançam primeira experiência do 5G no Brasil, mas serviço ainda é limitado

Até setembro, três operadoras de telecomunicações vão ativar o sinal da internet móvel de quinta geração (5g), tecnologia que promete uma conexão cerca de dez vezes mais veloz do que o 4G. Neste mês, duas empresas lançam o serviço.

Porém, o acesso ainda será limitado. Um dos motivos é que o Brasil só tem, atualmente, um aparelho de celular que suporta o 5G. Além disso, o sinal só vai ser ativado em alguns bairros de oito capitais do país.

Uma outra questão é que a nova tecnologia ainda não conta com todo o potencial prometido pelo 5G. Esta é apenas uma fase inicial, na qual as operadoras ativam o novo sinal a partir de um recurso que permite compartilhar frequências utilizadas pela rede 4G.

Este recurso é chamado de DSS (Dynamic Spectrum Sharing, ou Compartilhamento Dinâmico de Espectro).

Na prática, é como se o 5G “pegasse emprestado” uma parte da frequência utilizada pelo 4G para poder funcionar. As frequências são como “rodovias” por onde os sinais caminham. Neste primeiro momento, portanto, essas duas tecnologias irão dividir a mesma “rodovia”.

Por enquanto, a expectativa é de que o usuário já tenha uma conexão mais veloz do que o 4G, que deve ser intensificada após o leilão de frequências da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), previsto para acontecer em 2021.

Depois do leilão, o serviço ganhará sua própria “rodovia” para poder trafegar. Nessa nova etapa, o 5G terá uma baixa latência, o que significa que o tempo de resposta para transferir um pacote de dados na rede será muito menor do que é hoje. Na prática, máquinas e serviços ficarão muito mais conectados e automatizados. (veja o infográfico no final da reportagem).

Por enquanto, o único modelo de aparelho celular que suporta o 5G no Brasil é o Motorola Edge. Lançado neste mês, ele custa a partir de R$ 5 mil e oferece memória de 128 GB. O Samsumg Galaxy S20 com 128 GB também é vendido a partir do mesmo valor. Já o iPhone 11 com memória equivalente tem um custo a partir de R$ 5,3 mil.

 

O Motorola Edge é compatível com a tecnologia 5G DSS e 5G. Já o Motorola Edge Plus não aceita o 5G DSS, somente o 5G, o que significa que o aparelho só vai acessar o 5G depois do leilão de frequências.

 

Fonte: G1 (Texto copiado na íntegra)

Equipe Show de Alegria.

Deixe seu comentário:

2020 © Show de Alegria. Todos os direitos reservados.