Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Galaxy S21 em detalhes: ficha técnica, preço, prós e contras - Show de Alegria

Galaxy S21 em detalhes: ficha técnica, preço, prós e contras

O Galaxy S21 chegou em fevereiro de 2021 como parte da linha de celulares premium da Samsung. O modelo tem como alguns dos pontos positivos a tela de 120 Hz e a câmera tripla com sensores de até 64 MP. Por outro lado, possui baixa autonomia da bateria, além de não contar com armazenamento expansível. Confira os prós e contras do rival do iPhone nas linhas a seguir.

O Galaxy S21 chegou ao país por R$ 5.999 em versão única de 128 GB, mas já é possível encontrar o aparelho na Amazon pelo valor de R$ 4.299, um desconto de R$ 1.700. São quatro cores: branco, rosa, violeta e cinza.

PONTOS POSITIVOS

1. Tela de 120 Hz com AMOLED Dinâmico

Tela de 120 Hz é um ponto forte de toda a linha S21 — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Tela de 120 Hz é um ponto forte de toda a linha S21 — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Telas com a elevada taxa de atualização de 120 Hz já são comuns em celulares mais caros e o S21 não foge à tendência. Além de suportar um máximo de 120 frames por segundo para transições, o display da Samsung pode trabalhar em faixas menores de velocidade, pois quando o conteúdo está estático na tela não faz muito sentido trabalhar nesta velocidade. Deste modo, essa taxa de atualização variável ajuda na economia de bateria.

Além da fluidez e eficiência da tela de alta velocidade, o display do S21 tem 6,2 polegadas e resolução Full HD+ (2400 x 1080 pixels), mesmas características da tela encontrada no Galaxy S21 Plus, que é mais caro. Já a tecnologia AMOLED Dinâmico da Samsung já é uma antiga conhecida dos fãs da marca e proporciona, nos S21, telas com os níveis de contraste profundo, além de imagens com cores vívidas e realistas, compatíveis com HDR10+. Deste modo, os níveis de intensidade de brilho chegam a generosos 1.300 nits.

2. Fotografia de ponta

Galaxy S21 conta com sensores de até 64 MP nas câmeras — Foto: Reprodução

Em gerações anteriores da linha Galaxy S, investir no modelo inferior ao Plus representava sacrifícios em qualidade e variedade de câmeras. Mas, na família S21, isso não acontece: o Galaxy S21 tem exatamente o mesmo sistema de câmera tripla que aparece no modelo maior – a única diferença fica mesmo na comparação com a versão Ultra, que tem mais sensores e câmeras de maior qualidade.

No S21, o usuário encontra um conjunto fotográfico dividido em sensor principal de 12 MP, câmera de 64 MP com lente teleobjetiva e habilitada a fazer zoom óptico de 3x – fora o zoom híbrido usando software – além de câmera ultra wide, com 12 MP, e lente bem aberta para composições de 120°. O S21 grava vídeo em 8K e tem ainda sensor de selfies de 10 MP, mais uma vez idêntico ao S21 Plus.

3. Desempenho veloz, mesmo com Exynos

Exynos é a marca de processadores da Samsung — Foto: Divulgação/Samsung

Exynos é a marca de processadores da Samsung — Foto: Divulgação/Samsung

Não é sempre que a Samsung emplaca uma boa geração do Exynos, mas o atual Exynos 2100, processador encontrado em toda a linha Galaxy S21 comercializada no Brasil, chega bem perto do que o mais badalado Snapdragon 888 faz na versão norte-americana do telefone: benchmarks e comparativos de performance, mostram que o chip da Samsung tem CPU competitiva diante do modelo da Qualcomm.

Testes do site Android Authority mostram paridade entre os dois processadores na maioria dos cenários, seja usando um núcleo, seja usando todos os oito que equipam os dois processadores. Apesar disso, o Exynos ainda deixa a desejar na unidade de processamento gráfico (GPU) – também conhecida como placa de vídeo –, particularidade em que o Snapdragon ainda se sobressai.

4. Zoom poderoso

Galaxy S21 oferece zoom de até 30x por meio de software — Foto: Divulgação/Samsung

Galaxy S21 oferece zoom de até 30x por meio de software — Foto: Divulgação/Samsung

Além de se equiparar em qualidade de câmeras ao S21 Plus, o Galaxy S21 também tem acesso ao zoom aprimorado disponível no modelo maior. O sistema de câmeras da Samsung permite aproximar objetos na hora de fotografar em 3x, resultando em fotos de perto sem perda de qualidade.

Além desse zoom que aproveita o hardware, o S21 também produz aproximação de 10x por meio de software, inclusive com direito a estabilização na hora da captura para amenizar as tremidas que acabam intensificadas com o zoom. Com esse fator de aumento, as imagens podem perder um pouco da qualidade, apesar de alcançarem longas distâncias.

5. Atualização do Android por até 5 anos

Galaxy S21 já conta com atualização para Android 12 — Foto: Marcela Franco/ TechTudo

Galaxy S21 já conta com atualização para Android 12 — Foto: Marcela Franco/ TechTudo

A Samsung tem aplicado uma nova política que vale para todos os seus smartphones e atesta que os celulares da marca receberão atualizações de sistema Android por até 5 anos. Nesse prazo, são três anos garantidos de grandes atualizações – as novas versões anuais do Android produzidas pelo Google – mais dois anos extras em que o telefone ganha updates de segurança (aqueles pacotes com melhorias liberados mensalmente pelo Google).

Os 5 anos totais que a Samsung oferece permitem concluir que o S21 vendido hoje receberá os Androids 12, 13 e 14, além de dois anos de correções de segurança. Para os padrões dos fabricantes de Android, o prazo é tão bom que chega a rivalizar com a política do Google e seus smartphones Pixel.

PONTOS NEGATIVOS

1. Traseira de plástico

O plástico é boa qualidade, mas destoa da pegada premium de rivais com acabamento em vidro — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O plástico é boa qualidade, mas destoa da pegada premium de rivais com acabamento em vidro — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Antes, vimos como o S21 vem com as mesmas câmeras, processador e tipo de tela encontrados no S21 Plus, mas há pontos em que o modelo mais em conta da linha S faz seus sacrifícios. Um dos mais evidentes está na construção do celular, que tem acabamento em plástico na traseira.

O material não é como o plástico dos celulares de 10 anos atrás, mas não deixa de destoar um pouco da proposta de smartphone premium: S21 Plus e Ultra, por exemplo, usam vidro Gorilla Glass Victus de última geração, o mesmo que reveste a tela de toda a linha S21.

2. Sem entrada para microSD

O microSD é usado para armazenar fotos, vídeos, documentos em smartphones — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

O microSD é usado para armazenar fotos, vídeos, documentos em smartphones — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

A linha Galaxy S21 é a primeira desde a S6 a sair de fábrica sem slot para cartão microSD. A falta de espaço para o item pode comprometer a usabilidade do celular para quem carrega muitos arquivos e instala muitos apps, sobretudo considerando que, no Brasil, o S21 é vendido apenas com 128 GB de espaço interno (há versões com o dobro disso no exterior).

Do ponto de vista prático, é possível que uma parcela reduzida dos usuários sinta falta do acessório. Mas, se você gosta de games pesados, instala muitos apps e prefere ter suas fotos, vídeos (o S21 pode gerar vídeos em 8K que rendem arquivos gigantes) e músicas sempre com você – e não na nuvem – 128 GB pode se mostrar pouca coisa.

3. Autonomia de bateria usando 120 Hz

Tela do Galaxy S21 consome bastante bateria — Foto: Divulgação/Samsung

Tela do Galaxy S21 consome bastante bateria — Foto: Divulgação/Samsung

A tela que pode bater 120 Hz é um diferencial que ajuda na experiência de uso no celular: correr a timeline da rede social, curtir games que suportam essa taxa de quadros e simplesmente usar a interface gráfica se torna algo mais fluído e natural – embora nem todos sejam especialmente sensíveis às diferenças na casa dos milissegundos entre um painel convencional, de 60 Hz, e outro, que pode rodar no dobro disso.

Um problema das telas de alta velocidade é o consumo de energia. É por isso que Samsung e Apple, por exemplo, usam tecnologias variáveis, em que a tela acelera ao máximo só quando realmente necessário. Mesmo com esse cuidado, o S21 acaba sofrendo com uma autonomia sensivelmente mais baixa, se comparado aos modelos Plus e Ultra: testes de sites como o Tom’s Guide mostram que o S21 pode chegar a 6 horas e 31 minutos com a tela de 120 Hz, enquanto que o intervalo sobe para 9 horas e 53 minutos com a tela fixada em 60 Hz.

Além da tela ser um fator de consumo maior de energia usando 120 Hz, é preciso considerar que, entre os três modelos, o S21 tem a menor bateria: são 4.000 mAh de capacidade bruta diante do S21 Plus com uma unidade de 4.500 mAh ou mesmo do Ultra com 5.000 mAh.

4. Sem carregador e fone na caixa

Carregador da Samsung é vendido separadamente — Foto: Divulgação/Samsung

Carregador da Samsung é vendido separadamente — Foto: Divulgação/Samsung

Justificando a necessidade de baixar preços e ser menos agressiva ao meio-ambiente, a Samsung seguiu o exemplo da Apple e lançou a linha S21 com uma caixa bem despojada: os smartphones chegam ao consumidor sem fones de ouvido e sem carregador de bateria. Tal medida tem gerado atrito com órgãos do governo e entidades de proteção ao consumidor.

A Samsung chegou a oferecer um carregador de graça ao consumidor por um tempo, mas a promoção já acabou e quem comprar o celular agora terá de providenciar uma unidade por conta própria. Um bom carregador acompanhando o S21 pode fazer falta sobretudo se aquele que você tiver em casa for de baixa potência. O telefone da Samsung não é tão agressivo no carregamento rápido como alguns produtos da Xiaomi, mas ainda assim tem suporte a alimentação de até 25 Watts por meio de USB-C, ou de 15 W, considerando o carregamento sem fio.

Samsung Galaxy S21

Especificações Galaxy S21
Lançamento Fevereiro de 2021
Preço de lançamento R$ 5.999
Preço atual R$ 4.299
Tela 6,2 polegadas
Resolução de tela Full HD+ (2400 x 1080 pixels)
Processador Exynos 2100, octa-core de até 2,9 GHz
Memória RAM 8 GB
Cartão de memória sem suporte
Câmera principal tripla, 12, 64 e 12 MP
Câmera frontal 10 MP
Sistema operacional Android 11
Bateria 4.000 mAh
Dimensões e peso 151,7 x 71,2 x 7,9 mm; 169 gramas
Cores violeta, cinza, branco ou rosa

Deixe seu comentário:

2020 © Show de Alegria. Todos os direitos reservados.